cientistas planejam usar satélite para conter asteroide

27/04/2012 06:34

Cientistas da Academia de Ciências da Rússia planejam utilizar um satélite para especificar o caminho percorrido pelo asteroide 99942 Apophis, que pode colidir com a Terra daqui alguns anos. Os russos desejam colocar o satélite na órbita do corpo celeste até 2020. As informações são do portal russo Pravda.

De acordo com a Nasa, a agência espacial americana, o asteroide, que foi descoberto em 2004, possui seis chances de colidir com a Terra. A mais próxima seria em 2036 - caso não ocorra, há possibilidades catalogadas em 2056, 2068 (duas vezes), 2076 e 2103.

O satélite planejado pelos russos também recolherá informações sobre as características físicas e os componentes químicos do corpo, como seu solo, estrutura e espaço ao seu redor. O órgão russo afirma que o projeto pode ser realizado a partir de 2015.

A Nasa calcula que o impacto, caso ocorra, seria em uma velocidade de cerca de 12 km/seg. O diâmetro do asteroide é de 270m. Apesar de ser o asteroide com maior possibilidade de colisão com a Terra, ele não se encontra na escala Torino, medida que aponta os maiores riscos de encontro do planeta com asteroides.

Segundo cálculos, em 2029 o Apophis ficará a aproximadamente 58 mil km da Terra, passando a estar nas imediações do planeta, o que pode mudar sua órbita e causar a colisão a partir de 2036.

Uma das ideias já apontadas como possíveis soluções seria o uso de armas nucleares, que destruiriam o asteroide quando ele se encontrasse a uma distância da Terra em que o planeta não seria atingido.