Sobe para 615 o número de mortos pelas inundações na Tailândia

25/11/2011 06:45

Homem carrega nova nas costas para atravessar rua alagada. Foto: AP

Homem carrega nova nas costas para atravessar rua alagada
Foto: AP

 

As autoridades da Tailândia elevaram nesta sexta-feira para 615 o número de mortos pelas graves inundações que agora também atingem o sul do país, depois de já terem causado grandes estragos no centro e norte do território nacional nos últimos quatro meses.

As enchentes já afetaram mais de 5 milhões de pessoas em 17 províncias, inclusive Songkhla e a capital, Bangcoc, informa o Departamento de Prevenção e Mitigação de Desastres.

Após mais de um mês inundados, os moradores de vários distritos de Bangcoc romperam barreiras de sacos de areia para liberar a água que alaga suas casas e estabelecimentos comerciais há mais de um mês.

Diante do aumento do descontentamento popular, as autoridades pedem paciência aos moradores para conseguir drenar a água que atinge do norte do país até o Golfo da Tailândia.

As inundações deste ano, consideradas as piores em 50 anos na Tailândia, começaram em julho devido às fortes chuvas de monção e à grande quantidade de água acumulada nos pântanos.

Elas alagaram sete parques industriais, suspenderam as aulas após afetar várias universidades e escolas e forçaram centenas de milhares de pessoas a viverem em abrigos.

O maior problema não foi uma maior quantidade de chuvas neste ano, mas a falta de coordenação das autoridades em gerir a tragédia através da rede de canais e esgotos.

 

EFE - Agência EFE - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da Agência EFE S/A.