Terremoto de 8,6 graus atinge Indonésia e gera alerta de tsunami

11/04/2012 12:54

Um terremoto de 8,6 graus na escala Richter atingiu nesta quarta-feira o oeste da ilha de Sumatra, na Indonésia, de acordo com o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês), entidade que monitora a atividade sísmica no mundo. O USGS informou inicialmente que o tremor era de 8,9 graus, revisando em seguida para 8,7, até chegar agora a 8,6 graus. Um alerta de tsunami foi emitido para todos os países do Oceano Índico logo após o tremor, mas foi cancelado por volta das 9h50, sem informações de danos em nenhuma localidade.

Veja infográfico com maiores terremotos do século e como eles são medidos

O epicentro do tremor, que ocorreu às 5h38 de Brasília, foi a 435 km a sudoeste de Banda Aceh, capital da província de Aceh, a uma profundidade de 23 km. O Centro de Alertas para Tsunami no Pacífico prontamente emitiu um alerta para toda a região do Oceano Índico. Por volta das 9h50, o alerta foi cancelado.

 

"Tudo começou com um forte tremor que depois foi se intensificando. Algumas pessoas tentaram fugir do litoral, outras começaram a rezar e as crianças gritaram quando seus professores os mandaram deixar a escola", disse um correspondente da agência AFP, que afirmou que o tremor durou cinco minutos.

 

Segundo o presidente da Indonésia, Susilo Bambang Yudhoyono, não há informações sobre mortos ou danos causados pelo tremor. "Não há ameaça de tsunami apesar de estarmos em alerta", disse Yudhoyono. "A situação em Aceh está sob controle, há um pouco de pânico mas as pessoas podem ir para lugares altos".

Segundo a agência geofísica da Indonésia, um aumento de 0,8 m no nível do mar foi detectado a oeste e a norte de Aceh. Pequenos tsunamis também teriam sido formados na costa do país. No entanto, ainda não há informações sobre nenhuma localidade atingida por ondas.

 

"Pequenos tsunamis de 36 cm e 80 cm foram observados em quatro localidades situadas no norte de Sumatra", informou Said Kristiawan, da Agência de Geofísica e Meteorologia indonésia.

 

O movimento sísmico foi horizontal, e não vertical, e não provocou o deslocamento aparente no fundo do mar, o que provoca tsunamis, explicou a sismóloga Susanne Sargeant, contatada por telefone pela AFP em Paris.

 

Alertas na Ásia
Após o tremor, a Índia lançou um alerta de tsunami para as ilhas Andaman e Nicobar, situadas no Índico, e a vários Estados costeiros. O Centro nacional indiano sobre a informação oceânica lançou um alerta vermelho para estas duas ilhas, enquanto as costas de Andhra Pradesh e do Tamil Nadu, no sul e no sudeste do país, foram colocadas sob extrema vigilância.

 

"As pessoas devem receber informações para fugir em direção às zonas altas do interior. Os navios devem navegar rumo a águas profundas", assegurou em seu site o Centro de Alerta de Tsunamis da Índia. A instituição espera a chegada de ondas de até 6,3 metros na ilha Little Nicobar, em um arquipélago sob soberania indiana situado ao norte do ponto central do terremoto.

 

Na Tailândia, as autoridades também emitiram um alerta de tsunami e pediram a evacuação da costa do mar de Andaman. "As pessoas que vivem na costa de Andaman devem se deslocar a pontos elevados e permanecer o mais longe possível do mar", indicou o Centro Nacional de Gestão de Catástrofes da Tailândia. O aeroporto da ilha de Phuket foi fechado devido ao alerta.

 

As ondas, no entanto, chegaram ao litoral tailandês com apenas 10 cm. O Centro Nacional de Gestão de Catástrofes da Tailândia, no entanto, optou por manter o alerta de tsunami. "Não podemos ser complacentes", advertiu seu diretor, Somsak Khaosuwan, referindo-se às fortes réplicas do tremor inicial.

Segundo a rede de notícias árabe Al Jazeera, serviços de trem e ônibus foram interrompidos por três horas na costa do Sri Lanka. As autoridades também desligaram a eletricidade nas cidades costeiras por precaução.

Segundo terremoto
Duas horas depois do tremor, uma forte réplica de 8,2 graus foi registrada a 476 km a oeste de Sinabamg, na ilha de Sumatra. Este novo terremoto foi registrado às 7h43 de Brasília, segundo a USGS. Em decorrência do novo tremor, os alertas de tsunami chegaram a ser renovados.

Tragédia em 2004
A região atingida é a mesma onde outro terremoto formou o tsunami que em 2004 matou cerca de 230 mil pessoas em uma dúzia de países banhados pelo Oceano Índico. A Indonésia faz parte do chamado Anel de Fogo do Pacífico e sofre cerca de sete mil tremores todos os anos, a maioria deles de baixa magnitude.

 

epicentro do terremoto

Com informações das agências EFE e AFP