Terremotos de 5,3 e 5,8 graus de magnitude provocam danos nos EUA e atinge Washington e Nova York – Pentágono é evacuado – Terremoto na região é incomum, diz professor da UNB

23/08/2011 22:44

 Um terremoto de 5,3 graus de magnitude abalou na noite de segunda-feira uma região montanhosa entre os Estados de Colorado e Novo México. O terremoto aconteceu pouco antes de meia-noite e teve epicentro a 290 km de Denver, Colorado, e a uma profundidade de 4 km, afirmou o Centro Nacional de Informação de Terremotos em Golden, no mesmo estado.

 

Informações da imprensa revelam danos em estradas e edifícios, mas não vítimas.

 

O Pentágono foi evacuado nesta terça-feira devido a um terremoto de 5,8 graus de magnitude que atingiu o Estado americano de Virgínia, informa a rede de notícias CNN/i>. De acordo com o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS), o epicentro do terremoto foi registrado a 139 km da capital Washington, nas proximidades da cidade de Mineral.

Segundo a CNN/i>, o terremoto foi sentido em diversos estados da costa leste americana. Prédios da cidade de Nova York, incluindo as torres dos aeroportos JFK e Newark, foram evacuados.

A CNN/i> informa que efeitos do terremoto foram sentidos nos Estados da Virgínia, no Distrito de Columbia, Nova York, Ohio, Carolina do Norte, em Massachusetts – na localidade de Martha’s Vineyard, onde o presidente Barack Obama passa férias – e até na cidade de Toronto, de Canadá.

O terremoto também provocou cortes nos sinais de telefonia móvel no leste do país.

Ainda não há informações sobre danos e feridos.

 Terremoto de magnitude 5,9 atinge Washington; Pentágono é esvaziado

Um terremoto de magnitude 5,9 atingiu nesta terça-feira a capital americana, Washington. Partes do Pentágono, da Casa Branca e do Capitólio foram esvaziadas.

Sentiu o terremoto? Envie seu relato para a Folha.com.

Até o momento, contudo, não há relatos de danos ou vítimas.

A CNN diz que o serviço de telefonia móvel foi interrompido em Nova York, onde partes de Manhattan também foram esvaziadas.

  J. Scott Applewhite/Associated Press  
Funcionários se reúnem na calçada após descer assustados do prédio em que trabalhavam, em Washington
Funcionários se reúnem na calçada após descer assustados do prédio em que trabalhavam, em Washington

No Pentágono, houve temor de um ataque. “Quando o prédio começou a chacoalhar violentamente, centenas de pessoas começaram a correr”, relata uma repórter da CNN que estava na sala de imprensa da sede da Defesa americana no momento do tremor.

As ruas de Washington, por sua vez, ficaram lotadas com milhares de pessoas assustadas com a intensidade do tremor –incomum na costa leste dos EUA.

O tremor, segundo o jornal “Washington Post”, foi sentido por pouco mais de 30 segundos –o suficiente para acionar os alarmes anti-incêndio no distrito comercial. O jornal relata que os prédios da capital foram esvaziados, incluindo parte da Casa Branca.

O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês) registrou o tremor às 13h51 (14h51 em Brasília) e com profundidade de apenas 6 km –quanto menor a profundidade, maior a chance dos efeitos serem sentidos.

O USGS registra o epicentro do tremor a 6 km de Louisa e de Mineral, na Virgínia, e 134 km de Washington.

Segundo as agências de notícias, contudo, o tremor foi sentido ainda em Filadélfia, Nova York, Ohio e até o resort de Martha’s Vineyard, onde o presidente Barack Obama passa suas férias. Há ainda relatos de que foi sentido em Chapel Hill, na Carolina do Norte e até mais ao norte, em Rhode Island.

“Todo mundo foi alertado para descer pelas escadas”, disse Wolf Blitzer, repórter da rede de TV CNN.