Enchentes deixam 61 mortos e 2 milhões de desabrigados na Índia

02/07/2012 06:24

Animais como elefantes asiáticos, veados e outros com risco de extinção também sofrem com enchentes
Foto: AP

      As autoridades da Índia informaram neste domingo que pelo menos 61 pessoas morreram e cerca de 2 milhões ficaram desabrigadas pelas inundações que atingem o estado de Assam desde o final de junho.

Mais da metade das mortes registradas ocorreu desde a última sexta-feira, embora o nível de água dos rios e afluentes da região esteja caindo, segundo fontes do governo citadas pelas agências de notícias indianas.

As inundações, provocadas pelas fortes chuvas da estação, alagaram cerca de 2 mil localidades e amplas regiões na maioria dos distritos de Assam. Cerca de 500 mil pessoas buscaram abrigo em locais disponibilizados pelas autoridades.

Segundo a agência de notícias "Ians", o primeiro-ministro da Índia, Manmohan Singh, e o líder do governamental Partido do Congresso, Sonia Gandhi, se deslocarão nesta segunda-feira a Assam para supervisionar as tarefas de assistência aos desabrigados.

A região está localizada em um território muito sensível a inundações devido aos impactos do Brahmaputra, um grande rio que nasce nas montanhas tibetanas e desemboca no delta do Ganges no Bangladesh.

Também em Bangladesh, cerca de 100 pessoas morreram nos últimos dias, em sua maioria soterradas devido aos deslizamentos de terra causados pelas fortes chuvas de monção.