Enchentes em Bangladesh deixam 70 mortos e 200 mil ilhados

29/06/2012 20:09

Dias de chuva em Bangladesh, alguns dos mais intensos em anos, provocaram enchentes e deslizamentos de terra, matando pelo menos 70 pessoas e cerca de 200 mil ficaram ilhadas, disseram a polícia e as autoridades na quarta-feira.

 

O país de baixa altitude e densamente povoado é atingido por chuvas torrenciais durante a estação chuvosa, que começou nas últimas semanas.

Pelo menos 15 pessoas foram mortas na região da cidade portuária de Chittagong, no sudeste, enquanto 30 morreram em Bandarban, em uma área conhecida como as colinas de Chittagong.

"Teme-se que muitas pessoas mais estão presas em casas nas encostas, soterradas por muita lama. As operações de resgate continuam", afirmou o vice-comissário de Chittagong, Faiz Ahmed.

Mais 24 pessoas morreram no distrito costeiro de Cox Bazar, perto da fronteira com Mianmar, disseram funcionários e policiais.

A maioria das mortes foram causadas por deslizamentos de terra, outras por colapsos de paredes, relâmpagos e elevação do nível da água. Equipes da brigada do Exército, da polícia e dos bombeiros estavam ajudando nos esforços de resgate.

Em Sylhet, área de cultivo de arroz e chá, no nordeste, as casas ficaram até um metro debaixo d'água, com os residentes empoleirados em cima de barcos ou indo para terreno elevados. Três crianças foram mortas.

Autoridades da previsão do clima disseram que mais chuvas fortes estavam previstas para os próximos dias.

Equipes de controle de desastres afirmaram que cerca de 150 mil pessoas foram desabrigadas pelas enchentes no sudeste, enquanto 50 mil ficaram presas em Sylhet.

Centenas de casas foram destruídas, enquanto as autoridades tiraram centenas de famílias de barracos e disse a outras para sair rapidamente