Norte da Itália é atingido por 8 sismos durante a noite

12/06/2012 06:32

Oito novos sismos, o mais intenso deles com 4,3 graus na escala Richter, foram registrados durante a madrugada desta terça-feira na região de Emilia-Romagna, no norte da Itália, que contou 26 mortos após os grandes terremotos de 20 e 29 de maio, informou o Instituto de Geofísica do país.

Após dias de tranquilidade, os habitantes das províncias de Mantova, Reggio Emilia e Modena, as mais afetadas pelos movimentos telúricos das últimas semanas, voltaram a viver uma noite de medo.

O tremor de 4,3 graus aconteceu às 3h48 locais (22h38 de Brasília), a 10 km de profundidade, e não provocou danos pessoais nem materiais, segundo a proteção civil italiana, sendo sentido em cidades como Florença e Veneza.

Os demais sismos oscilaram entre 2,1 e 2,8 graus na escala Richter. Depois dos terremotos que atingiram Emilia-Romagna em maio, 16.085 pessoas ainda seguem dormindo fora de suas casas, nos 45 acampamentos de amparada e 64 instalações - entre hotéis, ginásios, escolas, quartéis e vagões de trem - postos a sua disposição.