Terremoto de 5,8 graus volta a atingir o norte da Itália

29/05/2012 06:24

   Um terremoto de 5,8 graus na escala Richter atingiu nesta terça-feira, por volta das 9h locais (4h de Brasília), todo o norte da Itália, sendo sentido com forte intensidade em Bolonha e Milão, segundo informou o Instituto Geológico dos Estados Unidos (USGS na sigla em inglês). Alberto Silvestri, prefeito de uma das cidades atingidas, San Felice sul Panaro, disse à rede de televisão Scygy24 que uma fábrica ruiu na localidade, ocasionando "várias mortes", cujo total não precisou.

» Como se medem os terremotos

O tremor teve seu epicentro na localidade de Finale Emilia, na província de Modena, região de Emilia Romagna, na mesma zona em que aconteceu o terremoto de 20 de maio, que deixou sete mortos, cerca de 50 feridos e mais de 5 mil evacuados. Segundo a imprensa italiana, os bombeiros buscam pessoas que ficaram presas após desmoronamentos tanto em San Felice sul Panaro como em Mirandola.

Além de Emilia Romagna, o terremoto foi sentido em todo o norte e centro do país, em regiões de Gênova, Lombardia, Piemonte, Vêneto e Toscana, e diversos edifícios públicos foram desalojados em cidades como Milão, Bolonha e Florença. As autoridades ferroviárias da Itália suspenderam o trânsito de várias linhas na região para avaliar possíveis danos.

Um porta-voz do Instituto de Geofísica e Vulcanologia confirmou que a intensidade do terremoto ficou entre 5,7 e 5,8 graus e a uma profundidade de 10 km, muito similar ao tremor de 5,9 graus de 20 de maio.

Novos desmoronamentos foram registrados nas zonas já afetadas pelo sismo passado. Após o tremor foram desalojados diversos edifícios públicos em várias cidades do norte do país, como Milão e Bolonha.